De volta. Mas vamos falar do Brooklyn!

Chegamos na última segunda-feira à noite dos Estados Unidos e, desde então, foram dias de correria para recuperar essas duas semanas ausentes, tanto profissionalmente como também dando todo carinho e atenção para nossas famílias. Só deu tempo de escrever hoje, então vamos lá! 

Queremos contar um pouquinho do que vimos em Nova York (mas apenas um pouquinho: nas próximas semanas vamos falar muito mais sobre alguns dos lugares mais bacanas que visitamos). É uma cidade incrível, dinâmica, fonte de inspiração sem fim. Procuramos visitá-la pelo menos uma vez por ano – sempre há muita novidade e inovação. 

Nos dois primeiros dias em NY ficamos hospedados no Wythe Hotel, em Williamsburg, no Brooklyn. Fica bem em frente à Brooklyn Brewery, onde encontramos nosso velho amigo Garrett Oliver, um dos mestres-cervejeiros mais conceituados do mundo.

Em 2005, trouxemos Garrett até o Brasil para uma série de palestras (no Rio de Janeiro, São Paulo e Blumenau) sobre harmonização de cervejas, em uma ação de marketing da Eisenbahn que teve repercussão muito boa. Desde então ficamos muito amigos.

Garrett nos acompanhou por diversos estabelecimentos do Brooklyn e, nos últimos dois dias em NY, ficamos hospedados na casa dele. Um dos lugares mais impressionantes que visitamos foi a Murray’s, um verdadeiro templo do queijo. Além da variedade de produtos, eles também vendem diversos acompanhamentos como geleias, pães e frios e apetrechos para apaixonados por queijos. Vamos dedicar em breve um post especial para essa empresa, fundada em 1940 em Greenwich Village e que hoje é uma das mais importantes do mundo, sem dúvidas.

Além de vender uma imensa variedade de marcas, eles também realizam experiências muito interessantes nas câmaras que ficam no porão da loja, maturando e afinando queijos muito especiais. Tivemos a oportunidade de provar um exemplar da Jasper Hill (de Vermont) em que eles estavam passando cerveja para dar um sabor diferente, sob encomenda do Eleven Madison Park – nada menos que um dos 10 melhores restaurantes do planeta.

E agora, de volta a Blumenau, é hora de colocar as ideias no papel e começar a planejar, de vez, a nossa fábrica de queijos especiais. Semana que vem vamos desenvolver nosso cronograma de atividades, um dos  passos mais importantes para este novo empreendimento. Esperamos que vocês nos acompanhem em mais essa etapa!

imageimageimageimageimage

Comments

1 Notes

  1. diariodoqueijo publicou esta postagem